01/02/2017

CAP recebe a exposição "Virgínio Rios - O ofício da madeira"


CAP recebe a exposição "Virgínio Rios - O ofício da madeira"

O artista nascido na Zona da Mata esculpe cruzeiros e revela o sincretismo religioso


A partir desta sexta-feira (03/02), o público vai podre conhecer a delicada obra de Virgínio Rios que fica em exposição no Centro de Arte Popular Cemig até dia 10 de março. "Virgínio Rios - O ofício da madeira" reúne escultutras de cruzeiros. A mostra "Virgínio Rios - O ofício da madeira" contará com 50 peças, sendo 30 de pequeno porte(50 a 60 cms) e 20 outras de maior porte.

Nascido na Zona da Mata mineira, mais exatamente em  Glória de Cataguases, em 1936, o artista-artesão divide o seu tempo entre a arte de esculpir e as crônicas escritas para o tradicional jornal "Cataguases".

No início, Virgínio Rios produzia artesanato e enxergou ali uma fonte de inspiração e de renda na transformação da madeira; um tipo de arte ingênua, sem definição. Aos poucos descobriu suas preferencias estéticas definindo um estilo bastante pessoal.

O artista confeccionava mobiliário (bancos, mesas, poltronas, balanços) e de imagens representando figuras humanas e santos, sempre esculpidos em madeiras mortas: raízes, troncos e galhos que os madeireiros rejeitam e deixam nas florestas da região. E assim nasceu arte tão sensível.

A sua obra revela a essência do sincretismo religioso, caracterizando-se de  imensos cruzeiros ostentando os martírios da paixão de Cristo, a dominar a paisagem montanhosa de Minas, além  esculturas de santos de pau oco e oratórios, de modo a compor um acervo variado.

A descoberta do artesanato como uma forma privilegiada de expressão e criação fez despertar em Virgínio um desejo especial de conhecer e documentar, bem como de preservar, divulgar e valorizar as expressões culturais tradicionais de seu lugar.

Serviço:

"Virgínio Rios - O ofício da madeira" . Série de esculturas em madeira
Centro de Arte Popular Cemig. Rua Gonçalves Dias, 1608. Bairro Lourdes. Telefone: 3222- 3231
De 03/02 a 10/03
Entrada franca

 

Faça um Comentário:

Comentar

* = Preenchimento obrigatório
Nome *
Email *
Mensagem *